Afinal, o que é uma Academia de Leads?

Introdução

Você sabe o que é uma Academia de Leads?

Bom, se a resposta é negativa, não há problema algum. O formato vem ganhando espaço ao redor do mundo nos últimos tempos, mas ainda é uma novidade!

Em uma conceituação direta, trata-se de uma maneira única de distribuir conteúdo nos moldes tradicionais de uma escola ou faculdade.

Graças a isso, também é conhecido como Academia de Marketing, já que é uma ferramenta utilizada com a finalidade de marketing digital.

No entanto, engana-se quem pensa que o método remete somente ao mundo do marketing. Na realidade, é aplicável a qualquer nicho de mercado ou tamanho de negócio.

A Academia de Leads surge diante da necessidade de adaptação aos hábitos dos internautas, que estão saturados pela produção de conteúdo de baixa qualidade distribuído de maneira indiscriminada.

Nesse sistema, o método recolhe, nutre e monitora leads com alguns diferenciais muito interessantes.

Ficou curioso? Então continue a leitura! Neste texto, você descobrirá o que é uma Academia de Leads e todas as demais informações necessárias para implementar o sistema em sua estratégia!

O que é uma Academia de leads?

Academia de Leads é um formato de conteúdo que visa coletar  e qualificar leads, garantir total atenção de usuário ao conteúdo, gerar autoridade e fidelizar clientes.

De maneira sucinta, um sistema que concilia todas as etapas do funil de vendas em uma mesma plataforma. Ou seja, atrai, converte, aproxima-se e vende.

“Uau!”.

Essa é a resposta mais comum quando digo às pessoas que uma Academia de Leads engloba todas as ações da metodologia Inbound e ainda alcança níveis de engajamento muito mais altos que qualquer outro formato.

Mas a verdade é que grandes empresas já aplicam o modelo. Alguns exemplos internacionais são:

No Brasil temos:

Eu sei o que você está pensando.

Também fiquei surpreso quando percebi que algumas das minhas empresas favoritas utilizam Academias de Leads.

É possível que você mesmo já tenha feito algumas dessas aulas, estou certo?

Sem uma análise aprofundada, é normal pensarmos que o objetivo desses cursos é a venda direta.

No entanto, se você parar para analisar, é fácil perceber os objetivos de marketing do negócio.

Academias são muito mais do que apenas produtos, são máquinas de geração de leads, educação do mercado e Sucesso do Cliente.

Se repararmos bem, todos os exemplos citados têm alguns pontos em comum. Vamos falar um pouco sobre alguns deles?

Cursos

Facebook Blueprint: a Academia do Facebook

Os cursos gratuitos disponibilizados em Academias são utilizados para três objetivos básicos:

  • Recolher de leads qualificados: afinal, quem se inscreve em um curso sobre o tema tem grande interesse em aprender acerca do produto.
  • Educar o mercado: o consumidor precisa entender o produto para estabelecer a necessidade de compra.
  • Gerar autoridade: tanto o professor quanto a empresa na qual ele trabalha passa a ser visto como referência no assunto com a aplicação do Marketing de Autoridade.

É claro que existem outras funções atribuídas a Academias, mas esses são requisitos obrigatórios.

É claro que as vendas de outros cursos são fonte recorrente de receita.

No entanto, os materiais pagos têm também outra atribuição: valorizar os conteúdos gratuitos.

Uma das premissas do marketing tradicional é gerar valor para o que se vende.

Sendo assim, ao fornecer cursos semelhantes de maneira gratuita, o consumidor subconscientemente desperta o sentimento de emergência e atribui valor ao produto. Ou seja, uma questão estratégica.

Vamos em frente.

Sempre que alguém se inscreve em um desses cursos, é solicitado o contato. Isso é aquisição de leads.

Repare que o lead já adentra na Academia com alto interesse, mais ou menos como quando se inscreve em uma newsletter, por exemplo.

No e-mail marketing, a técnica mais utilizada para avaliar o posicionamento do lead na jornada de compra é a interação com as mensagens ou o lead scoring. A taxa de abertura, cliques em links e downloads, por exemplo.

Observe seus leads de perto

Já no formato de Academia há um controle muito maior sobre o lead. Afinal, podemos saber exatamente quais frações de conteúdo já foram consumidas ou não. Nesse caso, as aulas.

Ou seja, você garante a educação do cliente, aproxima-se dele como autoridade e, em vez de vender, prescreve soluções.

Vamos a um exemplo.

Pedro, um analista de marketing de uma agência, inscreve-se em um curso da Hubspot. Nele, a professora Jorie Munroe dá dicas preciosas sobre Inbound Marketing.

Depois de mais de 4 horas de aula, o aluno presta uma prova e recebe um certificado. Nesse instante, podemos presumir que ele sabe bastante sobre o tema, não é mesmo?

Mais do que isso, ele confia em Jorie Munroe e a enxerga como referência no assunto. E adivinhe em qual empresa ela trabalha?

Sim, uma empresa chamada Hubspot, que por acaso oferece soluções tecnológicas para automatizar os processos do Inbound Marketing.

Caso Pedro perceba a necessidade de serviços de software, você concorda que as chances dele aceitar a sugestão de Jorie e contratar a Hubspot são grandes, certo?

E esse, meu amigo, é apenas um dentre os muitos benefícios de uma Academia de Leads.

Consumo fragmentado

Universidade Rock Content: aulas divididas por temas

Fragmentar o conteúdo é uma ótima maneira de aumentar o engajamento dos usuários. Nas Academias de Leads, esse fator é responsável pelo consumo contínuo.

Muitas vezes as pessoas desistem da leitura ou visualização por conta da extensão do material.

No entanto, em vez de assistir a 4 horas de videoaula ininterrupta, ela tem a opção de dividir em diversas pequenas lições.

Isso é uma vantagem por três motivos.

Primeiro, pela sensação de dever cumprido. Muitas vezes uma aula por dia é o suficiente, e isso não deixará o usuário frustrado pela desistência.

Segundo, porque dá tempo de o aluno absorver o conteúdo ensinado. O cérebro humano armazena um número limitado de informações. Assim, é muito mais fácil fixar o material pouco a pouco.

Por fim, mas não menos importante, está o fato de que o usuário está no controle. Ele escolhe quantas aulas consumirá no dia e pode criar seus próprios ciclos de estudos.

Essas três características fazem com que a leitura seja agradável e, ao mesmo tempo, útil.

Não é a toa que especialistas em marketing colocam as Academias como um formato revolucionário que promete ser uma tendência nos anos que se seguem.

Certificado

Dayleads Academies: ferramenta para quem quer criar sua própria Academia

No início, o blog post era a melhor ferramenta para aquisição de leads.

Com o tempo, as pessoas passaram a ficar mais exigentes. Assim, surgiram os ebooks, webinars e outros materiais ricos, que exigem dados do usuário para receberem a recompensa.

No entanto, o usuário de internet passou por algumas transformações novamente. Hoje, até mesmo esses formatos de conteúdo têm dificuldades em converter, já que a recompensa não é mais suficiente.

Nesse cenário, o formato de Academia ganha notório destaque. Isso porque a premiação é um certificado, que serve como garantia da participação no curso.

Com isso, as pessoas podem incorporá-la aos seus currículos e exibi-la em redes sociais. Até mesmo servem como horas complementares para universitários.

Esse feito não aumenta apenas a autoridade do aluno, mas também do professor e da empresa, já que tanto a assinatura quanto a marca são incorporadas ao certificado.

Teste final

A Hubspot Academy tem testes finais em todos os cursos

Nem todas as academias exigem um teste final para recebimento da certificação. No entanto, essa prática garante a atenção do usuário.

Pense em quantos parágrafos as pessoas saltam em um blog post. Ou quantos capítulos são descartados em um ebook. Até mesmo minutos em vídeos são negligenciados pelo usuário.

No entanto, as Academias oferecem uma recompensa. Para conquistá-la, o usuário tende a atentar a tudo que foi dito.

Além disso, para empresas contratantes, por exemplo, o certificado serve como garantia de que o usuário realmente estudou sobre o tema. E não só isso: também foi aprovado em uma prova.

Seja sincero, você nunca diria em uma entrevista de emprego que leu um artigo completo sobre algo, mas certamente teria orgulho em esbanjar um certificado assinado por uma referência em um assunto, não é mesmo?

Monitoramento de leads

Quando você disponibiliza um ebook ou apresentação de slides para o usuário ou cria um webinar, você recolhe leads.

No entanto, o monitoramento para por aí. Você precisará enviar listas de e-mail e, ainda assim, não terá tanta certeza sobre o consumo do conteúdo.

Já com a sua Academia, as coisas funcionam diferente. O usuário só tem acesso à próxima aula depois que assiste à atual.

Com isso, você tem certeza do que ele leu ou viu, posicionando-o naturalmente em certos pontos da jornada de vendas. Em algum momento, ele estará apto a receber uma oferta.

E isso será avaliado pelos números, tanto de interações com o conteúdo quanto em testes A/B, também permitidos em alguns modelos de Academia.

Sim, uma academia é como uma plataforma de automação de e-mail marketing: você tem acesso a todos os dados comportamentais do usuário.

Muito bem, chegamos ao fim de mais um conteúdo e eu sinceramente espero que você tenha aprendido algo valioso no post de hoje.

Depois de aprender tudo sobre o formato de Academia de Leads, você provavelmente está pensando que sua aplicação deve custar os olhos da cara, não é mesmo?

Isso não é verdade.

Se você pretende criar a sua primeira Academia e começar agora mesmo a recolher e monitorar leads qualificados, acesse este material! Nos vemos por lá!